segunda-feira, 7 de agosto de 2017

NAS GARRAS DO GOVERNO

Imagem relacionadaDe frente quase à minha casa, vi, sem querer, uma cena que eu não esperava.
Bem em cima, no topo de um poste, estava um gavião e vi que ele ficava dando bicadas. Demorou pra mim perceber que era um passarinho que se debatia entre os seus pés e o assassino tentando furar a sua cabeça.
Não aguentei.
Fui até lá e fiz ele voar levando o pobrezinho que estava bem seguro em suas garras pra longe das minhas vistas.
Veio então na mente o que nós todos estamos passando: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.
Estamos nas garras do governo.
Ele faz o que quer e o que não quer conosco.
Ficamos nos debatendo, sendo jogados pra lá e pra cá, procurando com todas as nossas forças tentar sobreviver.
Está ficando difícil demais.
O que vai ser de cada um de nós?
O aumento das coisas está sendo por hora agora.
Você vai cedo num lugar; quando precisa voltar à tarde, está outro preço já, porém, nunca pra baixo, é sempre pra cima.
Não há como o pobre vencer e viver.
Não temos mais esse direito.
Acho que é isso mesmo que esse governo quer; que o pobre morra.
Tanto faz como tanto fez ele ter como se salvar.
Estamos é lascados; está complicado encontrar saídas pra cumprirmos os nossos compromissos.  
Fico pensando naquele que pode menos que eu colocando mais bocas neste país, pois pra comer mal está dando!
Deixamos essa prioridade que é a principal pra pagar outras contas: água, luz, gás, aluguel. Sem falar na saúde que essa já sabemos está um caos.
Pensar em cuidar de um dente, então? O pobre tem mais é que ficar desdentado mesmo... O Brasil já tem essa fama.
E o salário?
Esse não há cristão que dê jeito de aumentar.
Daqui a pouco, o preço das coisas vai estar encontrando com o seu valor.
O país está inteiro depressivo.
Deus, nos acuda, nos salve, nos ampare.
Não deixe o seu povo sucumbir.
Nos faça fortes, retirando de cima de nós essas garras que estão nos sufocando, nos comprimindo.
Faça com que a gente tenha mais sorte que o passarinho.
Deus, coloca mais fé, mais união, mais disposição nos corações dos seus filhos pra que eles consigam achar uma solução.
Não permita que morra a criança que acredito ainda morar dentro de cada um.
Renove a nossa esperança.
Não permita também que seus filhos tenham que continuar passando as mãos nas coisas dos outros.
Faça-os diferentes do governo.
Torne-os de novo combatentes, grandes, dignos, pra que eles façam a diferença.

LAURA VÁLIO

sexta-feira, 14 de julho de 2017

INFINITO EM MIM


Ficar a sós comigo,
eu desejo e consigo. Me desligo.
Neste lugar, nesta hora, neste dia,
neste deserto em mim;
mesmo cercada por um mar de intrigas
e nós e teias,
corre sangue em minhas veias.
Sei fugir desse podre social num abandono quase que total.
Fujo de tudo e de todos.
Imagem relacionadaVou para o paraíso aqui dentro e faço dele o que quero e imagino.
Viajo o mundo inteiro.
Sou fada, sou rica, sou bela, sou rainha, sou até fera.
Sou Alice, a Bela Adormecida, a Branca de Neve, o Coelho apressado, o príncipe encantado.
Rodo mundos, corro campos num lugar de maravilhas.
Nunca terá fim a imaginação.
A mente vai além, muito além desta vasta imensidão.  

LAURA VÁLIO

MISTÉRIOS


Por que as pessoas se calam quando é pra falar, pra expor seu ponto de vista, suas ideias e, quando é pra se calar, falam às vezes o que nem é pra se dizer?
O ser humano  é mesmo um ponto de interrogação e cada um carrega dentro de si mistérios que nem consegue decifrar e quer saber o que o outro traz dentro de si também. 
Impossível!
Aqueles cinco minutos que acontecem de vez em quando são capazses de fazer muitos estragos e a gente nem mesmo imagina dos atos que será capaz de cometer.
Trazemos uma caixinha fechada a sete chaves e quando esta consegue se abrir despeja mil dejetos, antes contidos, e após extravasados tão abruptamente...
Saia de perto quando isto acontecer.
Pode sobrar pra você.
Vivemos com a cabeça na ocultação.
Não sabemos qual vai ser a nossa próxima reação.
Basta acender-se uma faísca pra se ver pegar fogo e queimar o que estiver por perto.
Devemos saber segurar a cabeça o máximo que pudermos pra não ter o desprazer de ver tudo se acabar e num segundo se perder.

LAURA VÁLIO 
 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

"GUERREIRA" UMA CLÁUDIA LEITE?

Por que?
Por ela viver no luxo, no glamour, sem ter que pensar no dia de amanhã para os seus?
Por ter ganhado sabe lá quanto pra fazer o que foi pedido pra ela?
Que ironia! Que desacato pra quem tem cabeça e sabe usá-la para pensar!
Guerreiras são as pessoas que fazem filas em hospitais públicos e que às vezes pra ser atendidas tem que se sujeitar aos olhares de todos nos próprios corredores para serem medicadas, pedindo, implorando por ajuda "pelo amor de Deus".
Guerreiras são as pessoas internadas que moram fora das casas a um tempo longo já para fazer tratamento de câncer, esse mal que assola o mundo e que parece no Brasil só fazer aumentar mais e mais. Alguns ainda conseguem tratamento de graça e outros?
Guerreiras são as pessoas que se deslocam às vezes de longe todos os dias para viver implorando pra conseguir marcar exames nas centrais de vagas.
Guerreiras são as pessoas que doam seu tempo e que fazem até o impossível pra ajudar tantos que precisam, largando às vezes até os filhos, a família pra se doarem por inteiro.
Guerreiras são as pessoas que fazem de tudo para sobreviver com às vezes menos da metade de um salário por mês ou talvez nem tendo esse tanto, precisando que ficar muitas vezes sem ter o que comer pra que os seus filhos possam se alimentar, se vestir e mesmo assim sem um mínimo de dignidade, morando debaixo de viadutos, de pontes... A favela torna-se até um paraíso pra elas.
Como é que pode ter gente tão ignorante neste Brasil, que arrasta um bonde pra ficar atrás do seu ídolo, muitas vezes nem podendo? Que são eles? São diferentes de nós, por acaso?
Diferem de nós porque tem dinheiro aos montes e esse que corre atrás deles com certeza é que os ajudou a chegar lá e ainda os ajuda.
Entenda isso, pelo amor de Deus, meu povo.
Se dependessem de mim todos eles estariam é lascados. Não vivo comprando DVDs, CDs, pagando pra ver shows, enchendo a poupança de quem quer que seja.
Cláudia, Ivete, Anita, Mc Gui, seja lá quem for, eles não são melhores que eu, que você; afinal, bem ou mal, se for ver bem, eles são pedintes também. Vivem implorando até o seu pobre dinheirinho pra poder aumentar o deles.
Guerreiros somos nós todos que temos que matar um boi por dia pra poder sobreviver; que não estamos nesse mundo glorioso, cheio de pompa, exibição, capas de revistas, mansões, iates, roupas de grife, desfile de modas e o diabo a quatro.
Esse mundo é igual ao da política; todos querem só e tão somente a nossa exploração.
Não deixe se iludir, se enganar.
Abra seus olhos, amplie sua mente, não seja cego, não deixe ser trapaceado, pois guerreiros somos nós que fazemos só Deus sabe o quê para podermos sobreviver.
E que ELE ilumine, portanto, e expanda a cabeça do seu povo pra que esse não seja iludido, enganado e sabe lá o que tanto...

LAURA VÁLIO     

domingo, 18 de junho de 2017

AO ANIVERSARIANTE

Ontem a minha casa estava alegre, festiva, cheia de gente.
Foi a comemoração de mais um aniversário do meu netinho que dia seis de junho completou quatro anos.
Como o tempo passa! Ainda há pouco era um bebê. 
A festinha estava tão bonita, tão cheia de paz e repleta de alegria.
A decoração com motivos do mar, peixes, cavalos marinhos, águas vivas, polvo, enfim...
A minha filha mesmo consegue sempre fazer pra deixar tudo maravilhoso.
Graças a Deus que saiu perfeito, certo, impecável...
Não que precisasse de festa.
Agradecemos o pai, a irmã, os avós paternos, os tios, os primos, os amiguinhos que estiveram pra alegrar ainda mais o domingo do Ramon.
Cantamos os parabéns, nos divertimos, deixamos ele contente e ainda mais feliz com os presentes que ganhou. 
Não que isso conte, bastava somente a presença de cada um, com amizade e respeito.
Obrigada pela vinda de todos e esperamos que no ano que vem compareçam mais amiguinhos também.
O Ramon vai estar maior e entendendo melhor cada parabéns, cada feliz aniversário, assim eu creio.
Meu neto, que essa sua data se repita por muitos, muitos anos e com saúde bastante pra você, pois isso é o que importa.
Espero que você cresça compreendendo o verdadeiro sentido da vida, com os pés bem plantados no chão e não se deixando iludir pelas bobeiras que às vezes outros possam lhe impor; exemplo: conseguir aqui somente coisas materiais.
Essas não interessam meu neto.
Bastam na vida coisas essenciais.
Trabalhar para manter o seu sustento, ter saúde, ter onde morar, honrar os seus compromissos, respeitar o próximo e principalmente ser digno.   
Cresça tendo Deus em seu coração sempre; essa é a coisa mais importante de todas, realmente.
Parabéns com muito amor da VÓ LAURA.

Em São Miguel Arcanjo, 12 de junho de 2017.

LAURA VÁLIO

sábado, 3 de junho de 2017

ENXERGAR COM OUTRO OLHAR

A sua  aparência vai até mudar.
Sabe como?
Abrindo as janelas da vida.
Fazendo o ar ser renovado nos dias que surgirem em cada amanhecer.
Dando amor, tomando conta do jardim da existência, fazendo ele alvorecer e florescer.
Somos como a flor: precisamos ser regados, tratados com muito cuidado e com carinho do outro cuidar.
Dê bom dia ao dia. Boa noite à noite.
Coloque nos lábios sorrisos e dê aos outros muitos risos.
Estenda as suas mãos quando alguém precisar da sua ajuda ou não e será acudido.
Faça o bem sem olhar a quem já diz um ditado. A recompensa sempre vem.
Comece agora a fazer isso e verá se sentir satisfeito e refeito também.
Agradeça pelas dádivas que vierem e pelas que não receber.
Os dias vão caminhando e você com eles vai crescendo e entendendo da vida pouco a pouco, passo a passo.
Estamos aqui de passagem para aprender, pra compreender, pra encaminhar, pra olhar, pra educar, pra servir o outro e, acima de tudo, pra perdoar.
Não vamos saber no geral, o tudo, nunca, mas façamos o impossível começando com o agora pois pra aprender não tem hora.
Basta estar-se vivo para buscar o aperfeiçoar-se, o aprimorar-se, e o resultado será a nossa compreensão, o nosso entendimento pra passar adiante o aprendizado, e ser constante.

LAURA VÁLIO